Shanay Freire’s Blog



Palhetas mofadas

Estava hoje dando umas “mexidas” no meu quarto (minha família sempre teve o hábito de, tempo em tempo, mover os móveis de lugar nos ambientes) quando observei o case do meu saxofone ao pé da mesinha de papéis. Resolvi abri-lo. Lá estava ele, dourado, com a gravação de uma flor exótica, do jeitinho que eu me lembrava dele, dentro de um saquinho especial, com sua flanela e partes desmontáveis, a boquilha e a braçadeira. Mas reparei um detalhe. Por baixo das luvas brancas, estavam minhas palhetas que, feitas de bambu (que absorve a saliva), estavam mofadas. Pensei, “Normal. Coisas mofam facilmente com o clima úmido de Manaus. Bastam alguns dias e já era! E já não toco há alguns meses.”

O que eu não esperava era que esse pensamento me levasse, não só à derradeira vez em que toquei, mas à primeira. Lembrei-me de quando, no Colégio Militar, iniciei minhas aulas de música. Ah, tudo era encantador! Fazer leitura das partituras, sonhar em ter um saxofone um dia, ser a Kenny G da próxima geração! E eu estudava. Estudava muito. ‘Não encostas no instrumento antes de saber toda a teoria’, dizia o sargento maestro da bandinha militar. E eu ia, empolgada, todos os dias depois da escola para casa e, sem nem sequer tirar o uniforme ou almoçar, treinava meus 45 minutinhos diários de leitura musical. E sonhava.

Hoje, observando minhas palhetas mofadas e pensando no tempo que faz, percebi que fui aos poucos deixando meu sonho de lado. Notei que, com o tempo, a gente vai se acomodando e parando de perseguir nossos sonhos com tanto afinco, diminundo nosso ritmo de busca por aquilo que almejamos.

Meu exemplo clássico é a carteira de motorista. Quando era adolescente, dizia o tempo todo que “quando fizer 17 anos e meio, vou aprender a dirigir pra, quando completar 18, só tirar a carteira”. E aqui vou eu, aos 20 anos, sem saber passar uma marcha. Vergonha total. Não por não saber dirigir ainda, mas por ter jogado fora toda a minha empolgação. Minha desculpa, à época, era que aos 17 eu já estava na universidade e tinha “um montão de coisas para fazer, sem tempo para aulas de direção”. A verdade é que os sonhos vão sendo deixados de lado à medida que nós vamos nos “adptando à vida”. Vamos estabelecendo prioridades e aqueles objetivos tão lindos para os quais tínhamos tanta força de luta vão ficando em segundo plano, quando não em terceiro, ou quarto, ou quinto…

O fato é que temos que nos desacomodar e correr novamente atrás daquilo que tanto queríamos quando éramos crianças, adolescentes, mais jovens, ou dois anos atrás mesmo. Temos que sacudir o pó e entrar em ação. E minha primeira ação de hoje foi mover o meu case do sax para o pé da minha cama e pendurar uma palheta mofada na porta do meu banheiro, para me lembrar todos os dias de que, se você deixa seus sonhos adormecerem, sua vida mofa.


Trackbacks & Pingbacks

Comments

  1. * lucas says:

    ainda bem que eu ja previa essa malemolencia da minha parte…

    huauhaUHAUHUHAuhAhuA

    …suas palhetas mofam, minhas cordas enferrujam.

    xD

    | Reply Posted 7 years, 9 months ago
  2. * Juliana Rebelo says:

    que nada…
    lavou tá novo

    | Reply Posted 7 years, 9 months ago
  3. * Nat :] says:

    Aproveita q ainda há tempo!🙂
    mto bom o texto..

    | Reply Posted 7 years, 9 months ago
  4. * Alexandre Oliveira says:

    Engraçado, eu tenho essas coisas tbm, com lugares, objetos e principalmente músicas, tem umas 3 músicas que me lembram cada época cada situação levemente importante. É incrível que as vezes o tempo passe tão rápido e as vezes tão devagar, mas o fato é que com o tempo nos adequamos as nossas minimas necessidades, e como vc disse, esquecemos os sonhos mais intimos, que guardavámos desde criança. A vida é assim, e as vezes se adaptando a ela, deixamos de lado a alegria e a felicidade de viver determinadas coisas, que as vezes só precisavam de um pouco de planejamento.
    Viajei um poko, escrevi até muito, mas tem coisas que nos fazem pensar uma vida inteira, isso é filosofia. Capacidade de nos admirar com as coisas e o mundo. hehehe

    | Reply Posted 7 years, 9 months ago
  5. * Adriano Reis says:

    Pois é gata, como eu tinha falado… gostei muito de tudo o que pude ver aqui nesse seu espaço.Fico feliz em poder reafirmar tudo aquilo que tinha te falado pelo msn. Espero que vc naum tenha ficado com raiva de mim pois tudo que falei foi com a minha total empolgação em poder ler tudo aquilo que aqui encontrei… Um grande beijo e parabens pelo seu dia… Shanay a Mulher !!!

    | Reply Posted 7 years, 9 months ago
  6. Tô com a Ju: lavou tá novo, o mundo gira e a Luzitana roda.

    | Reply Posted 7 years, 9 months ago
  7. * Dinha says:

    Acho qi esse foi o que eu mais gostei…
    eh mto louco olhar pra tras e perceber qi ateh os sonhos mudam…
    mas eh assim mesmo, nos vamos crescendo, amadurecendo e mudando..
    as mudanças fazem parte da ordem natural das coisas.

    gosei mesmo deste..
    =***

    | Reply Posted 7 years, 9 months ago


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: